Atrás dos muros amarelos, onde um dia foi uma escola de horticultura, se esconde o Parque da Água Branca. Que, na verdade, é muito mais do que um parque: é mercado orgânico, local de estudos, museu e biblioteca. A gente sente que nunca o conhece por completo.

A relação entre o parque e a agricultura vem de muito antes; como falamos, em 1904 foi inaugurada ali a Escola Prática de Pomologia e Horticultura, permitindo que as pessoas pudessem se dedicar à atividade agrícola de forma profissional. Em 1928 juntou-se ao espaço o posto zootécnico de São Paulo, bem como o Recinto de Exposições de Animais. Esses foram os ingredientes para que o Parque da Água Branca se tornasse o que é até hoje desde sua inauguração oficial, em 2 de junho de 1929.

O parque tem 137 mil metros quadrados, sendo que desses aproximadamente 80 mil são de área verde. No entanto, vale a pena ressaltar que não se trata de uma reserva natural; as espécies que estão ali foram trazidas para lá. E estamos falando de mais de três mil árvores, entre outras plantas. Há 10 anos ele foi tombado como patrimônio cultural, histórico, arquitetônico e turístico do Estado. Seja pela história, pelo verde ou pela graça de ver galos e outros animais passeando livremente por ali, é um espaço que vale a pena incluir no seu roteiro pela cidade.

img_9634

***

Tem mais Especial São Paulo, 463 Anos aqui – clica e confere😉

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s