As estruturas de bambu chamam a atenção até do mais frequente visitante da avenida Paulista. Em frente, algumas pessoas ainda andam de skate na calçada, como se nada tivesse mudado ali, quase no fim da principal avenida da cidade – ou começo, depende do seu ponto de vista. Como sempre acabamos chegando pelo metrô Paulista, que fica na rua da Consolação, no nosso sentido de caminhada a Japan House se ergue como um trunfo final do passeio.

Japan House SP 1

O espaço recém-inaugurado é uma mistura de galeria de arte, restaurante e lojas, uma fixa e algumas itinerantes. As pessoas passam pela entrada ainda levemente desconfiadas, como se aquele lugar lindo não pertencesse a elas. Pertence sim: a Japan House é aberta diariamente e sua entrada é gratuita. Por isso, sinta-se a vontade e entre.

No primeiro piso está a exposição “Eterno Efêmero”, de Kengo Kuma, um dos arquitetos mais criativos do Japão. Ali você pode observar maquetes de espaços fantásticos criados por ele não apenas na terra do Sol Nascente, mas em outros países também. Kuma propõe o desafio de criar espaços vazios e fluidos, com estruturas abertas, que se misturam ao ambiente. Ver cada maquete vai te dar vontade de sair por uma volta ao mundo atrás dos edifícios de Kengo Kuma.

Japan House SP 4

Suba as escadas. Entre o primeiro e o segundo andares, há um piso intermediário, um mesanino, onde ficam salas para cursos e oficinas e uma loja itinerante de alguma marca japonesa. No momento você pode conhecer a Furokishi, espaço que leva o nome desse tradicional tipo de tecido. O furokishi, substantivo comum, é usado para carregar embalagens, em bolsas e também como acessório, assim como lenços e echarpes, mas com um tipo especial de amarração. As estampas são de encher os olhos!

Japan House SP 7

Já no segundo andar você tem o restaurante (estava fechado no horário da nossa visita) e outra sala de exposições. Estivemos na Japan House um dia antes da abertura da mostra “Subtle: Sutilezas em Papel”, por isso já estamos planejando uma segunda visita. Para compensar e nos deslumbrar, o andar mais alto da Japan House tem um lindo terraço. O sol que bate ali é um alento para os dias de inverno, tanto por nos aquecer quanto pela bela luz que transpassa as plantas, criando um ambiente que convida ao silêncio e ao relaxamento. Arigatô.

Japan House SP 6

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s