Dar gorjeta é uma das principais dúvidas quando começamos a viajar pelo mundo, já que cada país tem uma política a esse respeito. Aqui no Brasil, pelo menos em São Paulo, os 10% do serviço já costumam vir discriminados na conta que pagamos em restaurantes, mas não é exatamente uma gorjeta… E também não se costuma pagar um “extra” em outros serviços, como carregadores de mala em hoteis ou táxis.

giphy

Para ajudar a desvendar o universo do molhar a mão, descobrimos um site super bacana, o Tip Advisor. Nele, você consegue pesquisar o valor apropriado da gorjeta por país e por serviço, evitando micos ou dúvidas na hora de fazer as contas.

Pesquisamos lá os valores de gorjeta ideais para os lugares que já abordamos aqui no blog. Dá só uma olhada:

 

Estados Unidos

Restaurantes: entre 15 e 20% do valor da conta, se o serviço foi muito bom. Se foi regular, 10% dá o recado. Em bares, é comum dar 1 dólar por bebida servida pelo barman.

Táxis: entre 10 e 15% do valor da corrida, também baseado na qualidade do atendimento.

Hoteis: 2 dólares por noite para a camareira, e mais 2 dólares por serviços de quarto extras (por exemplo, você pediu e ela te trouxe mais um travesseiro). Para carregadores de mala também é válida a regra dos 2 dólares – ou mais, se a mala estiver muito pesada! Manobristas podem receber entre 2 e 5 dólares.

 

Holanda

Restaurantes: por lei, o preço da gorjeta já está incluso no valor total do pedido, então você não precisa se preocupar com gorjetas. Se o atendimento foi fora do comum de tão maravilhoso, vale dar 5% em agradecimento.

Táxis: as gorjetas também não são comuns, mas é de bom tom arredondar o valor para cima na hora de pagar.

Hoteis: dar 1 ou 2 euros para quem te ajuda a carregar as malas ou pedir um táxi é válido, mas não obrigatório.

 

Alemanha

Restaurantes: a regra do arredondamento se aplica aqui em terras germânicas. É válido acrescentar até 5% a mais e arredondar o valor da refeição.

Táxis: gorjetas entre 5 e 10% do valor da corrida são esperadas, de acordo com o atendimento, claro.

Hoteis: para o carregador, 1 euro por mala. Para a camareira, 2 euros por dia de hospedagem.

 

Itália

Restaurantes: na Itália as coisas funcionam como no Brasil. O valor cobrado pelo serviço deve estar discriminado separadamente na conta, e você decide se vai pagar ou não. Em bares, também é esperado 1 euro de gorjeta por bebida servida.

Táxis: os taxistas italianos não esperam gorjetas, mas se você arredondar para cima o valor da corrida com certeza vai ganhar um sorriso!

Hoteis: carregadores de malas esperam de 1 a 3 euros por bagagem carregada. Para as camareiras, 1 euro por dia de hospedagem, ou 5 euros se você ficar uma semana.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s