Hoje, 31 de agosto, se comemora o Dia do Blog. Criei o meu primeiro blog lá no longínquo 2003, na época da internet discada e quando tudo isso aqui ainda era mato. Não vingou muito; era mais uma adolescente dando indiretas e compartilhando sem compartilhar de verdade seus segredos. Tinha um nível de mensagens subliminares de impressionar Taylor Swift.

taylor lwymmd

Quando entrei na faculdade, em 2007 (Senhor, 10 anos atrás), criei outros dois blogs, esses sim melhor divulgados, melhor elaborados e que sobrevivem até hoje, por razões de “esqueci minha senha do Blogspot”. Ainda bem, pois quando quiser me reencontrar com a Carol jovem-adulta eles estarão lá, esperando por mim. O Minha Penna tem quase toda a minha criação em poesias; o Cronnicas de Carol tem textos sobre assuntos diversos.

Depois, em 2011, tirei do papel a ideia de ter um blog sobre moda. Nasceu então o Além das Tendências, que, apesar de ter sido atualizado uma única vez neste ano continua com sua média de acessos bem alta, graças aos posts antigos. Foram anos de dedicação a ele, pensando em novos conteúdos, lendo até papel de chiclete pra ver se encontrava uma pauta bacana e escrevendo, escrevendo, escrevendo.

O filho mais novo dessa prole é o Travel Storytellers, sobre viagens e passeios, que tenho a honra de dividir com o Leo. Olha, foi o único blog que fiz em parceria com alguém que durou mais do que seis meses. E como eu gosto de fazê-lo! Contar histórias de viagem é fazer com que elas durem para sempre, e compartilhá-las com as pessoas é bom demais. Sinto como se estivesse prestando um serviço mesmo.

Aí você, bravo guerreiro que leu todo esse momento remember, me pergunta: e daí? Ou: em 14 anos (gente, socorro! Como o tempo passa!) teve comunidade no Orkut, grupos no Facebook e WhatsApp, perfis no Instagram e no Pinterest, canais no YouTube, todo mundo bombando, e você insiste em escrever? Insiste em ter um blog? É, eu insisto.

Continuo acreditando no poder do texto – que, claro, ganha ainda mais força unido às fotos, ilustrações, vídeos e o que mais tiver de vir. Mas acredito no blog. Muitas ideias não cabem em um post nas redes sociais; eles são um convite para pensarmos mais, nos aprofundarmos. Para ler. Quantas coisas você não lê ao longo de um dia inteiro? Notícias, legendas de vídeos porque você não quer ou não pode ligar o som, mensagens dos amigos, uma placa de trânsito. Leia também um blog – você não vai se arrepender.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s